Em defesa do Parque Natural Sintra-Cascais

sábado, setembro 10

Intensidade de construção prevista (Despacho nº 3407/2005 publicado no DR série II, de 16/02):
- Mais de 1000 camas;
- Hotel e Aparta-hotel , spa, restaurantes;
- Moradias;
- 43 300 m2 de área de construção
Impactes ambientais: Construção directa e aumento da pressão humana sobre Áreas de Protecção máxima no PNSC (Falésias do Pêgo e Pinhal litoral dunar).
Zona de Pinhal ameaçada pelo empreendimento